sábado, 2 de novembro de 2013

Lição número 20



"Sua capacidade de odiar quem não te dá esse amor perfeito que você espera."

Várias vezes nesses 20 anos recém completos, fui abandonada por homens que não sabiam o que fazer com a minha fé no amor. Desses 20 anos aprendi três coisas importantes sobre eles :
1 ) não adianta aceitar um menino e exigir dele um papel de homem.
2) homens têm medo. De tudo.
3 ) homens acham que só porque você disse que gosta dele, você vai se transformar num ser louco que vai obrigá-lo a compartilhar as senhas, os amigos, as festas, a casa, as horas...

Aprendi também, e esse me parece o pior dos aprendizados, que não dá pra odiar alguém só porque não deu certo, é infantil, é imaturo. Mas como é bom ser infantil as vezes e odiar um idiota que só queria provar pra si mesmo que era capaz de te ''pegar''. Como é bom odiar, algumas vezes ao dia, um idiota que se refere aos beijos que vocês trocaram como uma ''pegada''.
Você também é culpada viu ? Não tenta se ausentar não...porque desde o primeiro dia ele demonstrou que não era pra esperar muita coisa. É, eu sei.. a velha mania de romantizar.
Aquela sua amiga te avisou. O sexto sentido gritava. Mas eram tantos beijos nos lugares certos e mãos firmes na cintura e sorrisos que não deu pra evitar, não é ? Tudo bem, acontece.
Mas agora olha lá, da risada, lembra dos outros, dos tantos, dos ombros pra chorar que faltariam, das piadas idiotas, dos amigos... ah, tá vendo, já deu um sorriso...
Dá vergonha né ? Dá sim, e é bom que dê, porque assim passa mais rápido e ninguém precisa perder tempo com aquelas músicas do John Mayer e as ligações às 4 da manhã para a melhor amiga. Tá rindo de novo ? É engraçado imaginar um amor profundo com quem é tão raso que dá pra ver o fundo ?  Mas era bom, ah, como era bom...
Manda embora, não olha mais, lembra que ninguém têm pra oferecer. Ele também sabe, mas ainda é difícil aceitar.
Os 20 anos trouxeram a tão esperada aceitação. Não me importo, não brigo, não choro.
Para pessoas rasas, sentimentos rasos. É a lei da vida. Eu não quero mais.
Eu deveria ter saudade de você o tempo todo mas eu não tenho.
O cheiro de testosterona e o menino mais bonito do colégio mexeram comigo mas foi só isso, nada parecido com amor, nada parecido com ''eu vou morrer se você não vier''. E pela primeira vez, teve só aceitação.


É hora de ir embora de vez...

Um comentário:

  1. Mais uma vez, perfeito. Parabéns pelo texto. Saudades.

    ResponderExcluir

Se você tem medo do amor, você tem coragem do quê ?