segunda-feira, 24 de agosto de 2009

O mais sincero de todos

Se você por acaso ler esse texto um dia, vai me chamar de louca, de novo, vai dizer que eu sou uma sentimental,mais uma vez. Só que me deu vontade de falar da gente hoje,falar da mais sincera das relações, do jeito que você me ensinou a ser e de como a nossa sintonia é real. Você e eu nunca entendemos o que é isso, eu já confundi com amor (claro, sempre), você confundiu com irmandade, teve medo de continuar com nossa amizade colorida em néon verde florescente, que brilha mais que tudo - porque nenhuma amizade pode ser igual a nossa - e acabar criando um laço de pele com alguém que ama como irmã. Definitivamente, você não é meu irmão, eu amo outra pessoa como irmão e nem se parece com o que eu sinto por você, não é amor de namorados porque somos iguais demais, e se a gente ficasse junto uma semana, nós mataríamos. Nunca nos despedimos falando 'eu te adoro', 'eu te amo' ou qualquer outro clichê, mais sabemos que um vai ouvir o outro, se precisarmos conversar. Confiamos um ao outro, o maior de todos os bens - a própria imagem - e nunca pensamos em trair esse segredo. Já brigamos feio, e ficamos mais de mês sem nos falar,um odiando o outro, mais a sintonia falou mais alto, e aqui estamos. Você me mostrou muitos defeitos que eu tinha, alguns ainda tenho, e me ajudou a supera-los, você sempre entendeu minhas loucuras e não falou nada,não me julgou. Eu já chorei por sua causa, jurei a todos os ouvidos do mundo, que nunca mais falaria com você, mais eu voltei, sei que provavelmente nunca vou ouvir um 'eu te amo' da sua boca, e você faz que não tem coração, mais sabe que isso é o tipo de carinho mais real de todos,você também é o único que entende o jeito que eu escolhi pra amar as pessoas, esse jeito contraditório, que enquanto muitas pessoas querem fazer aqueles que amam precisarem delas, eu amo quem não precisa de mim, você sabe que eu não suporto ser o ar da vida de ninguém, e conviver com a pressão de ter alguém que gosta demais de mim, que eu sou de momento, e que eu gosto de graça das pessoas. Você acha que eu não te conheço, me pentelha e me chama disso e daquilo, do jeito mais engraçado do mundo. Agora eu vou dormir, antes que comece fazer o que você mais odeia que eu faça, misturar as coisas, mais vou sabendo que mesmo que um dia a gente não se fale mais, e que eu posso perder os conselhos mais sinceros de todos, hoje em dia, fogo e gelo, convivem harmoniosamente,como poucas criaturas no mundo. Obrigada por me ajudar a crescer.

'' Você dividiu comigo a sua história, e me ajudou a construir a minha.
Hoje mais do que nunca, somos dois.
A nossa liberdade é o que nos prende.Viva todo o seu mundo, sinta toda a liberdade, e quando a hora chegar, volta, que o nosso amor está acima das coisas desse mundo ''

quarta-feira, 19 de agosto de 2009

SOME !

Some da minha vida.Foi isso que ele me falou, depois de ter arrancado a minha pureza de sentimentos, a minha capacidade de amar, me feito passar coisas terríveis e agora, roubado minha melhor amiga, eu não sei se ele me escolheu a dedo pra isso ou simplesmente me viu na rua e pensou : vou sacanear com aquela menina.
Mais ta doendo, machucou ...e eu nem consigo chorar, não que eu me importe com o que ele pense de mim, eu acho ele um super babaca e ele nem liga, eu sei, doeu foi ele ter tirado de mim, a minha metade. Desde que ela começou a conversar com ele, ela mudou, ele fez a cabeça dela contra mim e as coisas que ela falava a meu respeito, ele distorcia e agora, de uma vez, despejou tudo na minha cara.
Eu quero gritar, gritar pra todo mundo o quanto eu odeio ele, o quanto ele é sujo e detestável. Quero pedir ela de volta, a MINHA metade.
Não vai adiantar, não vai apagar, nem pra mim nem pra ela.
Eu sinto raiva, e por dentro meu peito queima, e a única coisa que eu queria pedir, era mesmo, pra que ele suma da minha vida, mais ele mais uma vez,distorceu tudo, e agora parece que a errada sou eu. Não estou arrependida.
Na verdade, eu não pediria pra ele sumir, eu gostaria mesmo é que ele nunca tivesse aparecido .
E como diria a diva, Tati Bernardi, De tudo que ele me deu, o melhor foi o pé na bunda.