domingo, 18 de agosto de 2013

Querido diário,

Hoje foi um dia bom. Hoje. Ontem foi um daqueles nublados e com gosto de descrença, medos e inseguranças. Mas hoje foi um dia bom. Hoje eu senti sono sem culpa e andei de mãos dadas sem expectativas. Ontem eu sofri por não ser adorada e questionei se meu lado engraçada não era inconveniente, mas em dez minutos voltei a fazer piada das pequenas tragédias diárias da vida. Ontem minha mãe teve febre e eu tive que sair mais cedo da aula com cheiro de chuva e solidão. Hoje, eu por duas horas, deixei de ser hipérbole e fiz um eufemismo de mim, com o qual eu convivo melhor a cada dia. Ontem eu não chorei como sempre choro por não se boa o suficiente. Hoje eu vou dormir sendo mais feliz. Hoje eu descobri que sinto nojo de algumas pessoas pelas quais já chorei, mas isso não me faz mal, olho pra trás e vejo que estão cada vez piores do que quando as deixei. Hoje tem biscoito de chocolate, iogurte de mel e suco de uva. Hoje tem eu sozinha e eu feliz. Felicidade é como tudo que é bom, engorda.







(PS: fico muito feliz com a quantidade de recados e emails elogiando o tumblr. A playslist sou eu purinha e as fotos um misto de todos os eus. Pra quem não conhece, clica aqui. Lá tem todas as fotos das postagens, as músicas dos textos e mais um monte, pra ver a playlist toda é só clicar nesse botãozinho do lado da barra de volume no player. Muito obrigada por sempre)