quarta-feira, 13 de outubro de 2010

a cumplicidade de uma princesa.


Não é o teu aniversário, e mesmo assim isso é teu, digo isso pois sempre escrevo coisas para meus amigos no aniversário deles. Pelo contrário, o aniversário é meu daqui uma semana e por isso mesmo resolvi que era a hora de te dizer umas coisas.
Por ser o meu aniversário, já vejo o quanto você me ama, me oferecendo a tua casa pra eu comemorar, me prometendo surpresas e me fazendo acreditar a cada segundo quando eu começo a perder o ar.
Nossa cumplicidade atingiu um grau que nunca imaginei ter com ninguém, alguns momentos eu chego a quase desistir dos meus sonhos, e você ali, pronta pra me lembrar o quanto sou boa o suficiente pra você me chamar de amiga.
Tive orgulho de você, desde o primeiro momento, orgulho porque você faz melhor o que eu acho de mais belo na vida : dançar.
Depois, quando a gente começou a aproximar, descobri teu coração, que me faz rir e brinca comigo, mas também sabe dar conselhos sem fazer com que eu me sinta boba.
Poucas pessoas no mundo tem de mim o amor que você conquistou, um amor puro, de gratidão, de proteção e confiança.
Não posso te chamar de irmã, porque as vezes temos brigas com os irmãos e com você eu nunca tive nada perto disso, então resolvi te condecorar princesa do meu castelo.
Tenho duas palavras pra você : carinho e companheirismo.
Nossas conversas, filmes, saídas e loucuras nunca são mornas pois se trata da gente.
Acho engraçado como me sinto a vontade e bem do seu lado, na sua casa, com sua família, provavelmente você não sabe o quanto eu gosto de você e digo mais uma vez que estarei aqui a toda e qualquer hora, não por graditão pelas coisas que já fez por mim, mas por querer que você fique sabendo que você tem uma amiga que te admira e te ama muito.
Agora, te vejo a cada dia mais, se tornando uma mulher fantástica e linda, por dentro, pois por fora eu já sabia a muito tempo, quero fazer parte de todas as fases da tua vida, mas fico feliz por fazer parte dessa, pois sei que é um laço secreto de eternidade, para nossa amizade.

Eu te amo do tamanho do universo, obrigada por acreditar e confiar em mim, Barbára Sophia Gomes Canuto.

2 comentários:

  1. Bela homenagem que tu fez pra sua amiga, ela deve ter ficado muito feliz!
    É tão bom ter pessoas assim na nossa vida ne!

    Adorei!

    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Flor, te respondendo, eu vou escrever um depoimento SIM, assim que eu conseguir respirar direitinho. E eu adoro essas tuas cartas de amor, que tu insiste em colocar ali bem grande que são ridículas, quando na verdade elas são sentimento puro, e um olhar que só uma mulher poderia ter.
    Tu é única, dona Drika!
    Beijoca

    ResponderExcluir

Se você tem medo do amor, você tem coragem do quê ?