sábado, 6 de agosto de 2011

Eu, meus sonhos e hoje.

O hoje chegou para mim como se esfregasse na minha cara que os dias passam rápido, ontem fiz 15 anos, esse ano faço 18.
Percebi que o tempo realmente passa muito mais rápido do que eu gostaria, quando meu primo que nasceu outro dia, veio me contar que anda enamorado de uma guria do colégio.
Meu Deus !
Sempre envelheci mais rápido que todo mundo ao meu redor, nasci velha talvez, acho fácil trocar uma noitada de baladas, por um bom filme debaixo do edredom. Não bebo, se chego depois das 3:00 no outro dia não sou ninguém.
Vestibular : história, letras ou jornalismo.
Mas por favor, eu quero ter dinheiro, quero viajar, conhecer o mundo. Sou mulherzinha também, quando dá pra ser. Bater perna, ver vitrine, comprar maquiagens.
Trabalhar em 3 escolas diferentes para conseguir pagar o colégio dos meus filhos, definitivamente não.
Minha mãe berra do quarto :
- Precisamos de um advogado na família, seu avô já não exerce mais.
40 por vaga, não faço cursinho. Eu choro.
O ENEM no dia do meu aniversário de 18 anos. Como presente só quero ficar calma e quem sabe receber das mãos de um anjo o gabarito da prova.
Queria ser médica, pai.
Não, na verdade eu ia acabar ficando louca, porque ia descobrir que minha segurança de pensar em se eu sentir a minha bobeira, eu posso ir pro hospital, vai acabar, porque vou descobrir de verdade, que quando é para morrer a gente morre.
Você tem medo da morte ? Não sei !
Sua religião não diz que a morte não existe ? É, mas tenho medo de ir embora e não saber pra onde ir, deixar minha mãe sozinha, não ter os filhos que eu sonhei.
Sonhei que eu entrei numa faculdade e comecei a chorar porque haviam várias salas e eu nem sabia qual era a minha, não conhecia ninguém e para os outros parecia tão fácil.
- Quero ajudar as pessoas.
- Psicóloga ?
- Não dá, eu falo demais, meus pacientes vão piorar.
- Mas você bota defeito em tudo.
- Eu já nasci com defeito.
- Drama
- Viver de teatro no Brasil ? pffff.... não sou gostosa para aparecer na novela das 21h.
- Então vive do teu drama, vá escrever...tanta gente te elogia pelo blog, seguidores, comentários.
- Pode ser.

Eu quero prestar vestibular para felicidade, fazer a prova do amor, estar na lista da auto-confiança. Eu tenho medo de ser reprovada pela vida.

9 comentários:

  1. Como sempre arrasando nos textos... Parabens..

    vms pesquisandoo, quem sabe ha vagas abertas para o 'vestibular da felicidade'

    aah viva aos creditos o/

    Beijoo

    ResponderExcluir
  2. eh engracado como quando olhamos pros lados, muitas coisas nao nos interessam, sentimos como se nao fizessemos parte daquele meio, como se fossemos velhos num grupo de adolescentes.
    Acredito sim que nascemos velhos, porque o corpo eh novo, mas a alma ja aprendeu muitas coisas!
    Gosto dos teus textos garota!

    beijos

    ResponderExcluir
  3. Lindo, lindo!
    Parabéns, Driika, como sempre.
    Vejo sucesso no teu caminho e vejo tulipas no teu travesseiro.
    Eu continua aqui fazendo amor e aprendendo ser biólogo nas horas vagas, carregando a alma de escritor amador. Felicidades para nós.

    ResponderExcluir
  4. Tudoooooo mais tudooo que eu sinto é oq vc escreveu *-*

    ResponderExcluir
  5. Eu vou comentar aqui mesmo..li os textos e seu perfil..por isso me sinto tao bem lendo..como se tivesse lendo o que eu escrevo com outras palavras..tenho 17 aninhos,sou bailarina..tenho as mesmas duvidas sobre faculdade..e sou loucamente apaixonada por teatro magico..obrigada por ser um eu com coragem de expor seus sentimentos..e parabens flor *-*

    ResponderExcluir
  6. Que post lindo, moça!

    E qt de nós nos questionamos essa coisas, hein? Quanto ao VEstibulara para Felicidade, penso que esteja no caminho certo, a prova do amor é um das melhores: cheias de pegadinhas mas as respostas estão sempre por perto, na essencia dos outros.. E quanta a ser reprovada pela vida, relaxa florzinha... Ela nunca nos reprova. Ela é aquela professora que ficamos com raiva quando nos manda refazer um texto quantas vezes axar necessárias, mas quando aprendemos a redigir, reconhecemos a necessidade dos reparos. Se cuida!
    Ah... Amei o Blog!
    Faz uma visitinha tb: www.virgulapersona.blogspot.com

    ResponderExcluir

Se você tem medo do amor, você tem coragem do quê ?