quarta-feira, 31 de agosto de 2011

Querida Yasmin,

( clique na imagem para ler o emocionante comentário de Yasmin.)


Li seu comentário com lágrimas nos olhos, venho passando por um momento muito difícil também, não por causa do amor, pela primeira vez na vida, minha angustia não tem nada a ver com isso. Porém, seu comentário me deu uma grande alegria de continuar lutando.
Quando o texto ''Saudade e Coragem tão próximas'' foi escrito, eu também precisei do apoio de gente que nem sabe da minha existência para conseguir caminhar de novo, de cabeça erguida.
Lia Tati Bernardi, lia Gabito Nunes, lia Caio F e claro, Clarice. Além dos grandes amigos que tenho, esses foram a base forte que consegui me apegar.
Saber que eu talvez seja a base forte de alguém, num momento em que me sinto tão fraca e dependente das pessoas, me trouxe uma alegria que você não pode imaginar, obrigada pelo carinho.
E se me permite uma dica, mesmo sem saber sua história, lá vai :
Siga seu coração, faça tudo para que possa olhar para o passado, um dia, sabendo que o teu melhor foi dado, que a culpa de não ter dado certo, não foi tua. Mas, respeite seus limites, siga o coração mas deixe que o cérebro faça parte da viagem. Eu sou prova viva de que a gente consegue sim, somos fortes.
Um grande abraço cheio de carinho e gratidão, pelo comentário, pela leitura, pelo elogio.
Estou por aqui torcendo que agora você só se identifique com os textos bonitos e leves.
Escrever esse texto foi o único jeito de responder seu belo comentário.


Um beijo, mil beijos.



PS : Esse texto vale para todo mundo que lê meus textos, se preocupa em me fazer saber que gostou, divulga com créditos, me procura via fb ou twitter para elogiar. Podem ter certeza, você fazem uma menina feliz. Obrigada, de verdade !

5 comentários:

  1. Acho que essa é a parte legal de qem tem missão para escrever e encantar as pessoas através das palavras.

    Tambem estou numa faze ruim, tambem ador calrisse e a partir de hoje, tambem serei seguidora deste blog.

    Parabens moça! Sucesso!

    ResponderExcluir
  2. Realmente, seus textos são muito bons e muitas vezes me identifico, como já comentei diversas vezes aqui.
    Minha motivação de continuar escrevendo é saber que alguém pode estar lendo o que escrevi, e pode ajudar alguém, não existe sensação melhor do que ser útil a alguém!
    Já pensei em desistir de escrever, mas as pessoas me procuram e me dão motivação para continuar.
    Estou em uma fase em que meus sentimentos estão bloqueados e por 'medo' de demonstrar fraqueza não tenho coragem de publicar muitas coisas, mas acho que todas nós passamos por isso não é?
    Continue escrevendo sempre! Mesmo que seja só pra ti, isso faz muito bem!

    Beijinho!

    ResponderExcluir
  3. Descobri, hoje, seu blog.
    Eu me identifiquei bastante com seus textos, que são lindos!

    A partir de hoje, virei sempre aqui.
    ^^

    Seguindo!

    ResponderExcluir
  4. Acabei de criar um blog que fala de frustrações, de maneira geral... Afinal, algumas pessoas têm muita dificuldade de assumir suas fraquezas, não é mesmo? Mas não eu. E então, pesquisando, encontrei esse seu espaço. E percebi que em comum, temos a coragem de expor nossas decepções. Parabéns, adorei seu texto. Visite-me e opine! bjs

    ResponderExcluir
  5. Bom, acho que você já falou tudo.
    Sempre vale a pena, e digo para os meus pacientes: " As coisas boas da vida passam rapido, as ruins passam mais rapido ainda".
    um beijo.

    ResponderExcluir

Se você tem medo do amor, você tem coragem do quê ?