domingo, 3 de fevereiro de 2013

Para Cida, com amor.


E hoje, depois de tudo, quase sem medo do mundo, quem sou eu ?
São 2 da manhã, em volta de mim, a correria de um aeroporto, algumas horas para eu realizar o meu primeiro grande sonho, que pra você, que me lê, pode parecer uma bobagem, mas me faz lembrar quem sou eu, na essência.
Nunca falei muito sobre o meio do ano passado, foram meses dos quais eu queria me esquecer. Mas hoje não quero mais, porque graças aquele fundo do poço, aqueles medos, eu sou mais eu hoje.
Parece um texto de auto-ajuda, mas não é.
O meu pai, é um cara íncrivel que ficava de mãos dadas comigo para me lembrar quem eu era, minha mãe, do jeito dela, segurou todas as minhas barras. Meus verdadeiros (e grandes) amigos, cada um do seu jeito, correram atrás de mim, quando eu queria fugir do mundo. Meu irmão, não é de sangue, mas é ligado de coração comigo e mesmo sem saber, correu pra me salvar, porque sentiu que eu precisava.
Eu descobri novos amigos, em gente que nem imaginava, eu ganhei a Carol, que me faz ter orgulho de mim, mesmo louquinha assim. Porém feliz.
Eu hoje, mais do que tudo, quero ser eu e tenho orgulho de TODOS os dias que me trouxeram até aqui.
Fique firme, nos momentos difíceis, ao lado dos seus, não se esqueça de quem você é.
2012 passou me ensinando muito, mas esfregando na minha cara, que apesar e acima de tudo, eu tenho o maior potencial do mundo pra ser feliz.
Valeu 2012.

Agora vou me renovar.
E vou torcendo para voltar cheia de histórias novas para vocês, cheia de fé e amor.

 PS : Cida é a minha terapeuta, que toda quinta, tenta tirar um pouco de drama dessa alma e me fazer ver que a vida é linda quando a gente desencana de pirar. Valeu, Cidinha.



'' Meu coração tá sujo e areia, venha comigo dar um pulo no mar, 
só pra ver se limpo essa sujeira e desencano de amar.
Quantos amores de verão caminham no verão?
(...)
O importante é que faz sol com ou sem você ''

2 comentários:

Se você tem medo do amor, você tem coragem do quê ?