domingo, 5 de setembro de 2010

Before Sunset

Resolvi escrever hoje, porque amanhã provavelmente vou ver você, vou aguentar seu riso espalhado e suas piadas que me deixam com vontade de te abraçar e rir, pensando em como é bom estar do lado de alguém que me faz rir e me esquenta.
É, acabou. Vivi cada dia como se fosse o ultimo e um dia acertei.
Foi lindo, intenso, quente e passou.
E pela primeira vez, em quase dezessete anos de vida, vou enfrentar ao vivo, tão cedo, alguém que me deixou.
Sinto medo de pirar, de parar na sua frente e pedir pra você deitar mais um pouco de conchinha comigo ou colocar a cabeça no meu colo pedindo carinho, mesmo sendo um menino de quem não se espera atitudes assim, tenho muito medo também de chorar na sua frente e você me achar também uma menina boba, que não sabe separar as coisas.
Você me pediu para procurar minhas respostas, eu já sei de tudo, alias, esse foi o meu erro, saber de tudo, entender demais, quando ninguém entendia nada, não quis ser diferente e por isso mesmo acabei sendo.
Quando você confirmou que tinha acabado, me agarrei na certeza de ter sido única e quando vi você frio, de longe, me conformei e me agarrei a esperança de isso tudo ser medo.
Esperança, é essa palavra que enche minha vida de angustia, eu não quero, mas eu sempre espero que você venha e diga que sou eu que você quer, não vai lutar contra.Não lute.
Você não é nenhum tipo de lutador e eu me apaixonei pelo seu jeito quietinho, mesmo você não sendo.
Amanhã, vou ver todos os teus amigos que sabem de nós e eu só queria ser apresentada a eles como sua, não como mais uma amiga, mas agora é só isso que eu sou.E as vezes nem isso, porque as vezes pra você é "I don't care'
Que seja medo, mas que eu consiga te dar certezas de que o que sentimos é maior.Que você sinta.Que não se arrependa. Que a intensidade seja forte o bastante pra te lembrar que não podemos terminar uma coisa por medo de perde-la. Loucura não ?
E como suicidar por medo de morrer.
Mas é isso que a gente tem em comum, a loucura.
Eu queria que você tivesse outra coisa em comum comigo : A vontade de aproveitar cada segundo, cada beijo, sabendo que nossa maior loucura, é um pelo outro.

2 comentários:

  1. Adoreii teu blog e to te seguindo!! :D

    ResponderExcluir
  2. Essa é a maior de todas as loucuras. Abandonar o nosso amor e nos permiti que ele se vá.

    Continue escrecendo.

    ResponderExcluir

Se você tem medo do amor, você tem coragem do quê ?